A diástase abdominal ocorre quando os músculos do abdomên, chamados de reto abdominais, sofrem um afastamento. Esse afastamento se deve a uma musculatura enfraquecida que sofreu uma sobrecarga com o crescimento abdominal durante a gestação. Esses músculos sofrem um hiper alongamento e como estão enfraquecidos não conseguem retornar a sua anatomia normal no pós parto, e sua consequência, será flacidez abdominal e dor lombar.

Esse músculo é formado por duas bandas verticais que se encontram e se unem na linha média do abdomên e a separação dessas duas bandas musculares é o que caracteriza a diástase. Surge uma protuberância no meio da musculatura, que será percebida, principalmente, quando houver um esforço físico. Essa separação pode chegar a 10 cm de distância e quanto menor for o distanciamento maior será o sucesso do tratamento conservador, quanto maior o distanciamento maior será a chance de intervenção cirúrgica para uma correção.

Existem alguns fatores que influenciam no aparecimento da diástase, e estão relacionados a, múltiplas gestações, gestação gemelar, sedentarismo, hormônios que levam ao relaxamento da musculatura, ganho de peso excessivo durante a gestação ou quando o tamanho da criança é grande em relação a mãe.

A prevenção é sempre o melhor caminho para evitar qualquer intercorrência e com a diástase não seria diferente. A prática regular de exercícios físicos durante toda a gestação e o não ganho excessivo de peso são as principais medidas a serem tomadas. Os exercícios devem trabalhar o fortalecimento abdominal e a postura de forma global.

Caso a diástase já esteja instalada serão realizados exames clínicos e de imagem para diagnosticar qual o tamanho desse afastamento. Nos casos em que o afastamento seja passível de retorno com o tratamento conservador isso será feito com a fisioterapia. O tratamento com o profissional certo é muito valioso, pois sem o monitoramento rigoroso da execução dos exercícios de reabilitação eles podem aumentar ainda mais a pressão abdominal e aumentar a separação dos músculos reto abdominais.

Natássia Seifert

Fisioterapeuta

e-mail: natassia.seifert@gmail.com
@descomplicando.a.gravidez

 

Enviar resposta

Open chat
1
Olá! Fale conosco por aqui para agendar um horário!